Projeto Presença 2018



O projeto Presença foi criado em 2005 pelo governo federal, através do Ministério da Educação para dar mais aperfeiçoamento na coleta de informações do censo escolar, que é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep. O projeto consiste em 4 etapas: a primeira foi de cadastramento dos alunos, professores e escolas, depois a criação do Sistema Nacional de Acompanhamento da Frequência Escolar, o Safe, a inclusão do Censo Escolar em Tempo Real a partir do ano de 2006 no programa e a integração com o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica, o Saeb.

São mais de 55 milhões de alunos, mais de 2,5 milhões de professores e mais de 240 mil escolas públicas e privadas da educação básica cadastrados no programa. Todas as informações do aluno, tanto a nível escolar, dados pessoais e sociais estão registrados no projeto. Além de informações detalhadas dos professores e das escolas.

Os alunos possuem um NIS, que é um Número de Identificação Social para acompanhamento da frequência e para unificação dos programas sociais do governo federal, o que inclui também o Bolsa Família 2018. Os professores são identificados pelo PIS ou Pasep.

Projeto Presença 2018

Projeto Presença 2018


O que é Projeto Presença 2018

O Projeto Presença basicamente tem o objetivo de acompanhar o acesso e a permanência dos alunos nas escolas, tanto as públicas como as privadas. O programa foi criado pelo governo federal, por meio do Ministério da Educação, mas envolve também os Estados e os municípios.

O projeto possui um sistema atualizado para mostrar a permanência dos alunos nas instituições educacionais de nível básico. O sistema oferece vários tipos de dados dos estudantes para auxiliar o poder público a criar políticas necessárias para a educação, oferecer melhorias de gestão, abranger a interação com outros programas sociais e validar os recursos públicos essenciais para os projetos educacionais.

De acordo com o número de matrículas, o governo federal separa recursos suficientes para aquela demanda. Cada aluno recebe um Cartão do Estudante contendo um Número de Identificação Social, o NIS, que será integrado ao sistema para acompanhar a frequência escolar, além do Projeto Presença também estar em conjunto com os programas sociais do governo federal, como o Bolsa Família.

O que é Projeto Presença

O que é Projeto Presença


Benefícios do Projeto Presença

  • O Projeto Presença é uma importante ferramenta de acompanhamento e monitoramento escolar dos alunos de nível básico de crianças e adolescentes em situação de pobreza ou de pobreza extrema.
  • Os dados são atualizados sempre, produzidos e sistematizados para que gestores públicos tenham informações para gestão de recursos públicos educacionais e melhoramento das condições e qualidade da educação brasileira.
  • O programa possibilita a prática de políticas públicas eficientes para esses jovens que se encontram em vulnerabilidade social. Sistematiza informações necessárias para melhor conhecimento das crianças e adolescentes para que o governo pratique políticas para o cumprimento regular da frequência escolar.
  • O projeto Presença enfatiza a importância da escola na vida dos jovens, como um item básico de direito social das pessoas e também alerta possíveis violações contra os direitos da criança e do adolescente.

Como Funciona o Projeto Presença

O projeto Presença tem hoje um sistema em que todos os brasileiros podem ter informações de como está a frequência escolar das crianças e jovens do nosso país. Pelo site qualquer pessoa encontra o manual do sistema, pode tirar dúvidas, acessar as informações e dados, e o aluno que quiser acessar o sistema ou solicitar o cadastro pode entrar em http://frequenciaescolarpbf.mec.gov.br/presenca/controller/login/efetuarLogin.php#acesso.

Como funciona o Projeto Presença 2018

Como funciona o Projeto Presença 2018


Como Utilizar o Sistema Presença

Existem quatro perfis diferentes para utilizar o sistema do programa, os perfis são os seguintes: Coordenador Estadual do PBF na Educação, Coordenador Municipal de Grandes Prefeituras, Coordenador Municipal do PBF na Educação e Operador Escolar do PBF na Educação. O coordenador estadual trabalha em união com os coordenadores municipais para presenciar a frequência escolar dos beneficiários do programa Bolsa Família. Ele analisa os índices, desenvolve políticas públicas e checa se todos os dados são corretos.

O coordenador municipal do PBF possui um papel muito importante no acompanhamento de adolescentes e crianças no ambiente escolar. Esse coordenador cadastra os operadores escolares no sistema e também realiza alguns treinamentos. Caso a escola não consiga prestar contas com relação a quantidade de faltas de um aluno, esse profissional fica responsável por isso, e fornece todo o auxílio necessário.

O operador escolar possui responsabilidades distintas dentro do sistema Presença. DE maneira geral sua função é lançar a frequência de cada aluno, orientar as mães e convocar a assistência social quando se faz necessário. Além disso, também é de sua função elencar os principais motivos para a ausência dos estudando e elaborar relatórios.

Se você precisa utilizar o sistema do Projeto Presença Bolsa Família, mas mesmo depois desse post possui muitas dúvidas, não precisa se preocupar. Para sanar essas dúvidas basta acessar o site http://tutorialpresenca.mec.gov.br/ e conferir as informações detalhadas que existem no site, essas informações explicam sobre o funcionamento dessa tecnologia.

Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário!

Os comentários estão desativados.