Esse texto pretende apresentar alguns elementos básicos sobre o funcionamento do programa Família Acolhedora 2018, o que é como funciona e como obter esse benefício.

Ressalta-se que algumas informações podem mudar de município para município, como a idade mínima, entretanto, a maioria dos requisitos permanecem os mesmos.  É um programa social muito importante para os jovens.

Programa Família Acolhedora 2019

Programa Família Acolhedora 2019


O que é o Programa Família Acolhedora

Esse benefício refere-se a um programa, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) que consiste em famílias de determinada comunidade receberem, por um determinado período, jovens que se encontrem em situação de risco em suas famílias de origem.

O ambiente dessa família acolhedora deverá ser sadio para a criança e o adolescente e essa família também tem como responsabilidade fornecer carinho e cuidado ao jovem que acolher.

Não é um programa de adoção ou concessão de guarda ou tutela, entretanto, a família acolhedora possuí responsabilidades perante o jovem.  Ela servirá como uma ponte para auxiliar o jovem a reintegrar-se em sua família original.

Fique por dentro:

Como Funciona o Programa Família Acolhedora 2018

A família receberá o jovem em situação de risco durante um período de seis meses a dois anos, e nesse tempo em que o jovem conviverá na família acolhedora.

Os acolhedores receberão um benefício no valor de 1 salário mínimo, de modo a auxiliar nas despesas, porém, cada família acolhedora só poderá acolher um jovem ou uma criança por período, exceto, quando tratarmos de grupos de irmãos, uma vez que a ECA busca preservar os vínculos familiares.

Como funciona o Programa Bolsa família

Como funciona o Programa Bolsa família

A família acolhedora também passará por um processo de treinamento antes de receber o jovem em sua residência.

Requisitos Programa Família Acolhedora 2018

Há uma série de requisitos para poder participar do programa Família Acolhedora, que podem variar em um ou outro detalhe conforme o Estado, no Estado de São Paulo são esses:

  • Disponibilidade afetiva
  • Ser maior de 21 anos
  • Diferença de idade de no mínimo 16 anos entre aquele que receberá o jovem ou a criança e estes.
  • Boas condições de saúde física e mental
  • Não possuir antecedentes criminais
  • Situação financeira estável
  • Possuir um ambiente familiar estável, em que não haja pessoas com dependência química, casos de abuso familiar, etc.
  • Não estar cadastrada no Cadastro de Adoção.

Programa Família Acolhedora 2018 Cadastro

  • Verifique se seu município possui o programa Família Acolhedora
  • Comparecer a uma unidade de serviço que esteja autorizada a realizar o cadastro para a família acolhedora. Varia de cidade para cidade.
  • Levar os documentos necessários: Certificado negativo de antecedentes criminais, RG, CPF, comprovante de residência (as cidades normalmente exigem um período determinado de residência no município para que o cadastro possa ser realizado), comprovante de rendimentos e atestado de saúde física e mental.
  • Após a realização do cadastro a família passará por um processo de avaliação realizado por equipes multidisciplinares antes de enviarem algum menor para dentro do lar.
  • Após isso, se aprovados, a família passará por um processo de capacitação que durará, aproximadamente um mês e meio.
Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...