Calendário Bolsa Família 2017



Um dos maiores avanços do brasil desde a sua redemocratização foram os programas sociais estabelecidos pelo Governo, como o programa Bolsa Família. Porém, os beneficiários desse programa precisam ficar atentos ao Calendário Bolsa Família 2017 para não perder a data de saque do seu benefício, pois os pagamentos que não forem sacados até 90 dias serão perdidos. Os pagamentos do programa são realizados pela Caixa Econômica Federal, através do cartão do Bolsa Família.

O principal objetivo do programa Bolsa Família é favorecer o desenvolvimento social dos grupos beneficiados, através do acompanhamento das famílias por assistentes sociais, e profissionais da saúde e educação, gerando assim a oportunidade para que as famílias tenham maior possibilidade de ascendência social.

Calendário Bolsa Família 2017

Calendário Bolsa Família 2017 – Confira as datas de pagamento do bolsa família

Calendário do Bolsa Família 2017

Todos os anos a tabela de pagamentos do Bolsa Família é atualizada pela Caixa Econômica Federal, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social. O benefício é pago mensalmente, com seu pagamento sendo liberado na maioria dos casos, na segunda metade de cada mês, com alternância de dia, de acordo com o último dígito do cartão do benefício. Confira abaixo a tabela atualizada do Bolsa Família 2017:

 

Calendário Bolsa Família 2017

Calendário Bolsa Família 2017

O que é o Calendário Bolsa Família?

O calendário do Bolsa Família nasceu da necessidade de organizar os pagamentos do benefício e evitar transtornos nos postos de pagamento nas datas de saque do benefício.

O calendário nasceu junto com a implantação do benefício, e os pagamentos costumam ser de liberados entre o dia 15 e o dia 30 de cada mês, inciando pelos benefícios terminado em “1”, e  finalizando com os pagamentos dos benefícios em “0”.

Pagamentos do Bolsa Família 2017

Para saber quando será  liberado o pagamento do seu benefício, basta conferir o número do seu cartão no calendário do Bolsa Família 2017. Os primeiros a receberem o pagamento são aqueles que o número do cartão termina no dígito 1, que recebem normalmente perto do dia 15, e os últimos a terem direito a sacar o benefício são os que tem o cartão o bolsa família terminado em 0, normalmente recebendo nos dias 30 e 31.

Essa separação nas datas de pagamento do benefício ocorre para evitar a superlotação de agências da Caixa Econômica Federal, caso todas as pessoas fossem todas sacar no mesmo dia. E também não é preciso ter pressa: o beneficiado pelo programa tem até 90 dias para sacar o seu benefício.

Consulta Bolsa Família

As famílias dispões de 3 formas diferentes de saber o saldo do programa Bolsa Família: através do Aplicativo Bolsa Família para smartphones (disponível gratuitamente para as principais plataformas de celulares gratuitamente), pela consulta pública do Bolsa família ou pela consulta do bolsa família pela internet, pelo portal do Cidadão Caixa.

Consulta pública Bolsa família

O portal do SIBEC da Caixa Econômica Federal permite a consulta do Bolsa Família através de 3 formas diferentes: por UF (estado), por município, ou por família.

  • Na consulta por UF, pode-se descobrir o valor investido no programa em cada estado mês a mês;
  • Na consulta por Município, pode-se descobrir o valor investido no programa em cada município e quem são as famílias beneficiadas pelo programa em cada cidade;
  • Na consulta por família, é necessário apresentar o número de identificação do Cartão do Bolsa família para conseguir visualizar os dados, aí é possível saber quanto foi destinado a um grupo familiar de acordo com o calendário bolsa família 2017.

Para realizar a consulta pública Bolsa Família 2017, será necessário acessar o link do SIBEC e escolher a opção desejada.

Consulta Bolsa Família pela Internet

Outra forma de consultar o saldo do benefício é pelo Portal Cidadão Caixa, que informa os dados de diversos benefícios importantes, como saldo e calendário Bolsa família 2017, datas de pagamento do PIS, valor do Seguro desemprego, FGTS e bolsa atleta.

Para acessar o saldo, basta consultar a página do do Portal cidadão nesse link e informar:

  • o número do NIS (impresso no cartão do Bolsa Família);
  • A senha da internet (caso você nunca tenha usado esse sistema, basta clicar no botão Cadastrar Senha na parte inferior da página).

Após acessar a página, basta que o usuário clique na guia “Bolsa Família”, na parte superior da página para consultar o saldo do benefício e o calendário bolsa família 2017.

Como sacar o Bolsa Família

O saque desse abono é um processo muito simples: basta você comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal, posto de atendimento da Caixa, lotérica ou caixa eletrônico da CEF com o seu cartão do Bolsa Família e um documento de identidade. Vale lembrar que só é permitido fazer o saque do benefício após as datas de liberação do Calendário Bolsa Família 2017.

Os seguintes postos de atendimento estão habilitados para pagar o benefício para as famílias beneficiárias:

  • Terminais de autoatendimento em agências da Caixa;
  • Boca do caixa em agências da Caixa Econômica Federal;
  • Lotéricas vinculadas à Caixa;
  • Pontos de atendimento “Caixa Aqui”.

Recomenda-se que o saque do benefício seja feito pessoalmente pela pessoa com o nome no cartão. Para realizar o saque do benefício, é necessário ter em mãos:

  • Cartão Bolsa Família;
  • Documento de identidade com foto

Atenção: outra opção pra receber o benefício é abrir uma Poupança Caixa Fácil. Assim, sempre que o benefício for pago, o valor será creditado diretamente poupança do beneficiário, seguindo as datas estabelecidas pelo calendário Bolsa Família 2017.

Reajuste do Bolsa Família 2017

Recentemente foi anunciado o reajuste do valor com aumento do Bolsa Família 2017. O reajuste foi de 12,5%, e agora os novos valores do programa são:

  • Benefício Básico: é o benefício no valor de R$85,00 por grupo familiar em situação de pobreza extrema. Para ter direito a esse benefício, é necessário ter renda familiar média de R$85,00;
  • Benefício Variável 0 a 15 anos: Benefício no valor de R$39,00 por criança cadastrada em cada grupo familiar;
  • Benefício Variável Gestante: Parcela no valor de R$ 39,00 por cada membro do grupo familiar gestante. Serão pagas 9 parcelas para cada gestante cadastradas, e as parcelas serão pagas mesmo em caso de aborto espontâneo antes do final da gestação;
  • Benefício Variável Nutriz: parcela de R$ 39,00 paga a famílias com nutrizes (crianças com idade entre 0 a 6 meses)
  • Benefício Variável Jovem: R$45,00 por adolescente cadastrado em no grupo familiar, sendo possível cadastrar até 2 jovens por grupo familiar. Para efeito de cálculo, considera-se crianças as pessoas entre 0 e 15 anos de idade, e adolescente quem tem entre 16 e 17 anos de idade;

Atenção: Cadas grupo familiar somente terá direito a acumular 2 benefícios variáveis para jovens e 5 benefícios variáveis (seja para crianças de 0 a 15 anos, gestantes ou nutrizes). Dessa forma, cada grupo familiar poderá receber, mensalmente, até R$ 372,00 com os benefícios variáveis, mais os R$ 85,00 em caso de famílias em situação de pobreza.

Quem tem direito ao Bolsa Família 2017?

Para ter direito ao benefício, o grupo familiar precisa estar enquadrado no que se chama de grupo de pobreza, ou seja, a renda da família cadastrada não pode ultrapassar a média de R$170,00 por pessoa – isso incluindo as crianças e adolescentes.

Para famílias cujo rendimento mensal não ultrapasse a média de R$85,00 por pessoa por mês, a família ainda terá direito a um benefício de R$85,00, para superação da chamada situação de extrema pobreza, ajudando assim a complementar a renda familiar.

Requisitos do Calendário

Para que o grupo familiar permaneça recebendo o benefício e não tenha o bolsa família bloqueado, é necessário que a família se atente aos requisitos do benefício:

  • Crianças entre 0 e 7 anos de idade precisam manter em dia o cartão de vacinação com todas as vacinas obrigatórias;
  • Mulheres na faixa de idade entre 14 e 44 anos de idade precisam fazer o acompanhamento médico regular;
  • Crianças entre 6 e 15 anos de idade precisam ter frequência escolar mínima de 85%;
  • Jovens entre 16 e 17 anos de idade precisam ter frequência escolar mínima de 75%;
  • No caso de mães que amamentam, é necessário participar das atividades oferecidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social sobre aleitamento e alimentação saudável para crianças;
  • No caso de gestantes, é obrigatório fazer todas as consultas de pré-natal, de acordo com o calendário do Ministério da saúde;
  • É necessário se enquadrar nos requisitos socioeconômicos obrigatórios do ministério do Desenvolvimento Social.

Se o grupo familiar deixar de cumprir qualquer uma das regras listadas acima, o benefício poderá ser cortado parcialmente, bloqueado até que a família se adeque as obrigações do benefício, ou poderá se cancelado definitivamente em caso de constatação de fraude no programa.

Calendário do Bolsa Família 2017 pelo Celular

As famílias cadastradas pelo programa não precisam mais ir até uma agência da Caixa ou lotérica para consultar o calendário Bolsa Família 2017: agora quem tem smartphone Andoid, iOS ou Windows Phone pode instalar o aplicativo do benefício em seu celular e consultar o calendário do programa sem sair de casa.

Através do aplicativo do programa, o usuário poderá:

  • Consultar o calendário de pagamentos Bolsa Família 2017;
  • Encontrar o ponto de saque mais próximo, facilitando a retirada do benefício;
  • Consultar o saldo e as parcelas do seu benefício;
  • Conferir as datas de pagamento das próximas parcelas do Bolsa Família.

Para baixar, basta selecionar a sua plataforma abaixo e baixar o aplicativo do calendário bolsa família:

Como se cadastrar no Bolsa Família

O processo de cadastramento é muito simples:

  1. Basta comparecer à secretaria de serviço social de seu município, ou outro órgão equivalente que seja responsável pelo cadastramento na sua cidade.
  2. Você precisa levar os documentos de identidade e CPF de todos os membros do grupo familiar que deseja cadastrar, além de comprovante de matrícula de crianças e adolescentes do seu grupo familiar.

Após realizar o cadastro, confira junto com a assistente social quais documentos serão necessários para dar prosseguimento ao cadastro – o segundo passo do cadastro é justamente apresentar documentos que comprovem o local de moradia do grupo familiar, e documentos de comprovação de renda.

Após a entrega dos documentos, o Ministério do Desenvolvimento Social analisará a documentação, e de acordo com os dados cadastrados e com a documentação entregue pelo grupo familiar, será decidido se a família receberá ou não o benefício.

Os resultados são divulgados mensalmente, e a seleção leva em consideração principalmente os dados sobre a composição do grupo familiar e a renda de cada membro do grupo.

Cartão Bolsa Família

O cartão do benefício será enviado pelo correio para o grupo familiar assim que o mesmo for aprovado pelo Ministério do Desenvolvimento Social. O cartão do benefício é obrigatório para realização do saque nos postos de atendimento, porém, o mesmo precisa ser desbloqueado em uma agência da Caixa antes de ser usado.

Se ao decorrer de 1 mês a família não receber o cartão em sua casa, deve entrar em contato com o número de telefone 0800 726 0101.





Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votes, average: 4,83 out of 5)
Loading...

Deixe seu comentário!

Os comentários estão desativados.